CIM, FMS e CAM‎ > ‎

Linguagem de programação - pág.1



PARA ACESSAR A APOSTILA, QUE POSSUI TODO O CONTEÚDO SOBRE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO E DEMAIS ARQUIVOS DESTA DISCIPLINA CLIQUE AQUI:

PLANEJAMENTO DA PROGRAMAÇÃO

O desenvolvimento de qualquer programa de CNC se inicia com um cuidadoso planejamento do processo. A seguir têm-se os procedimentos a serem executados na forma mais comum e numa sequência lógica de etapas para a programação CNC (1).

1.       Estudar das informações iniciais (desenhos e métodos);

2.       Avaliar o material a ser utilizado (fundido, forjado, laminado, etc.);

3.  Conhecer as especificações da máquina ferramenta (capacidades e demais características);

4.     Conhecer as características do sistema de controle (instruções especiais, limitações, etc.);

5.       Estabelecer a sequência das operações de usinagem;

6.       Realizar a seleção das ferramentas de corte e estabelecer seu arranjo na máquina;

7.       Realizar a preparação da peça (corte, fixação, etc.);

8.       Estabelecer os melhores parâmetros de usinagem (velocidades, avanços, etc.);

9.    Realizar os cálculos matemáticos e rascunhos de trabalho (para as roscas, cones, concordâncias, etc.);

10.     Determinar o percurso das ferramentas (coordenadas de contorno e aproximação);

11.     Escrever o programa;

12.     Testar o programa no simulador e realizar as correções necessárias;

13.     Preparar a transferência de dados;

14.     Testar o programa na máquina, e realizar os ajustes necessários;

15.     Documentar o programa NC (identificar o programa associando-o com a peça).

A única meta no planejamento da programação é obter um programa que resulte na execução de uma usinagem eficiente, sem erros e modo seguro.

Eventualmente, podem ser adotadas algumas alterações na sequência dos procedimentos apresentados.

Formato da notação da linguagem de programação CNC

    Na tabela da apostila encontram-se cada uma das letras de endereço com suas descrições e formatação, geralmente aceita pelos controladores, na figura a seguir tem-se um exemplo de formatação com a indicação do significado de cada caractere.


Figura 3.7.1: Formato da notação dos códigos.

    De acordo com a norma DIN 66025 (equivalente à ISO/DIS 6983 e à ISO/DP 6983), complementados com instruções de comando FANUC, as letras de A á Z têm o seguinte significado no torneamento e fresadora ou centros de usinagem na tabela da apostila.

    Os números junto às letras na notação correspondem a quantidade máxima de algarismos antes e após o ponto separador de decimais, conforme mostrado figura anterior. Quando houver duplicidade na notação, está formatado para unidade inglesa e em unidade métrica entre parênteses.


VIDE TAMBÉM A TABELA DE SIMBOLOGIA NA APOSTILA

PARA ACESSAR A APOSTILA E DEMAIS ARQUIVOS DESTA DISCIPLINA CLIQUE AQUI:

























Clique aqui <= VOLTAR A PÁGINA ANTERIOR


TERMOS BÁSICOS DE PROGRAMAÇÃO CNC

Na programação CNC cada programa é subdividido em blocos, estes em palavras e estas em caracteres.

Caractere → Palavra → Bloco → Programa CNC

Caractere

O caractere é a menor parte de um programa CNC e pode estar em três formas: algarismo, letra ou símbolo.

Os algarismos são dez, de 0 até 9, permitindo-se criar números usados nos programas. Os algarismos podem ser usados de dois modos: como valores inteiros (sem ponto decimal) ou como números reais (com o ponto decimal), note que sempre será necessário usar o ponto como separador de decimais e não a vírgula como é comum no Brasil. Os números obtidos podem ser positivos ou negativos, neste caso é necessária a utilização do sinal de menos (-).

Podem ser usadas 26 letras que fazem parte do alfabeto (obs. não é permitida a utilização da cedilha “ç” ou acentuação). Nem todos os controladores aceitam letras minúsculas, portanto, na dúvida use letras maiúsculas.

Muitos símbolos são usados para a programação junto aos caracteres e letras, os mais comuns são o ponto decimal, o sinal de menos, o sinal de porcentagem, o parêntesis e outros, dependendo do controlador.

Palavra

Uma palavra no programa é uma combinação alfanumérica de caracteres, criando instruções para o sistema de controle. Normalmente cada palavra inicia com uma letra seguida por um número que representa um código ou valor. O número que segue a letra da palavra pode ser exclusivamente inteiro ou aceitar ponto decimal, bem como, pode não aceitar valor negativo ou aceitar, como ocorre em muitos casos. Geralmente as palavras indicam os eixos de posição, avanço, velocidade, comandos preparatórios, instruções miscelâneas e outras definições.

Bloco

O bloco é usado para múltiplas instruções. Um programa inteiro consiste de linhas individuais de instruções em ordem de sequência lógica, cada linha é denominada bloco e pode ser composta por uma ou mais palavras. Inicia-se com a letra “N”, seguida por um número inteiro.

Programa

A estrutura de programação de uma peça varia de um controlador para outro, mas a lógica necessária não muda. Um programa de CNC geralmente inicia com um número de programa ou uma identificação similar, seguida por instruções em uma ordem lógica. O programa termina com um código de parada ou um símbolo de terminação do programa, como o símbolo de porcentagem “%”.

A identificação de um programa se faz com a letra “O” seguida de um número com até quatro algarismos inteiros positivos.

Os blocos de programa consistem num conjunto de palavras de programa que, por sua vez, são compostas por uma letra de endereço seguida de uma sequência de algarismos.

Exemplos: N25, G01, F150, S1400.

As palavras de programa empregam-se como instruções ou como condições suplementares, dependendo da letra de endereço com que a palavra começa.

IDENTIFICAÇÃO DO PROGRAMA

    A identificação do arquivo do programa se faz com um número precedido da letra “O” e em alguns controladores por um nome.

    Os controladores Fanuc permitem números de 1 á 9999 e programas com identificação O0 ou O0000 não são permitidos. A supressão de zeros antes dos números é permitida, pois o controlador irá interpretar os programas O01, O001 e O0001 como válidos e todos como programa número um.

    A identificação no programa propriamente não é obrigatória, mas é recomendável e se faz na primeira linha. Não deve ser usado ponto ou vírgula na identificação do programa ou dos blocos.

Cabeçalho do programa

Comentários e mensagens podem ser colocados nos programas sempre entre parênteses. Note-se que não se deve usar acentuação ou cedilha. Por exemplo:

O1234 (IDENTIFICAÇÃO DO PROGRAMA)

(NOME..O1234.FNC)

(DATA.18-02-2012)

(PROG.DOMINGOS)

(MAQ..CENFANUC)

(DESNUM.DF-1234)

(UNIDADE.....MM)

(BIL.X132.Y50.Z20)

(ZERO.. X0-Y0-Z0)

    Para alguns simuladores e máquinas CNC não é necessário fechar o parêntesis. E em sua maioria suportam até dezesseis caracteres incluindo espaços e quaisquer outros símbolos.

 Direitos Reservados para Domingos F. O. Azevedo © - Agosto de 2013
Atualizado em Abril de 2019


PRÓXIMA PÁGINA => Clique aqui